Friday, April 09, 2010

Sou mulher, mãe e amiga


09-04-2010 (site ana maria braga)

Sou música e dança.

Sou mulher, mãe e amiga.

Uns me invejam, outros me odeiam, alguns me querem bem, mas poucos me amam.

Odeio mentiras, pessoas falsas e pretensiosas.

Mostro ser forte e durona, mas sou frágil e sensível como uma criança.

Tenho meus medos, minhas alegrias, desejos e fantasias.

Na maioria das vezes, sou o que falo e não o que faço.

Tenho um lado escuro, aliás, quem não tem?

Guardo minhas agendas, cartas, fotos...

Aprendi a aceitar as pessoas como são, aceitar os defeitos, relevar os erros, ouvir mais e falar menos, afinal, temos dois ouvidos para ouvir e uma boca para falar.

Aprendi que o futuro só a Deus pertence.

Que preocupação e o estresse traz cabelos brancos.


Que o medo no fundo nos dá coragem para seguir adiante...

Aprendi que cantar espanta a tristeza.
E fazer o bem traz alegria...

Dúvidas vão sempre existir, mas seja sincero com você mesmo...
E com os amigos.
E são nos poucos e bons amigos que muitas vezes podemos encontrar a verdade.

Aceitar as verdades faz parte.
E que um dia vamos envelhecer...
E que respeitar os mais velhos é importante.

E, por fim...
Não espere que ninguém segure sua barra, porque no fim...
É você contra ou a favor de você mesmo.

No comments:

Post a Comment